Novos casos de microcefalia em Araripina e no Sertão chegam ao total de 82 casos

Os números passaram de 71 para 82 casos suspeitos de microcefalia.


Boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) acendeu o alerta de novos casos de microcefalia no município de Araripina e nas cidades do Sertão do Estado. Em Araripina, eram oito bebês com microcefalia e agora são nove. Em Bodocó, passou de quatro para cinco casos suspeitos. Exú passou de seis para sete. Granito tem um caso. Moreilândia apresenta cinco. Em Ouricuri eram 15 casos e agora são 17.

Em Petrolina eram três casos, agora são quatro. Em Cabrobó foi notificado apenas um caso. Em Santa Maria da Boa Vista permanecem três casos. Em Salgueiro, de cinco, passou para seis crianças com microcefalia. Em Serrita tinha um caso registrado e agora subiu para quatro.

Em Parnamirim foram cinco casos. Em Santa Cruz são quatro crianças com suspeita de microcefalia. Em Santa Filomena foi apresentado um caso. Em Trindade agora são cinco crianças.

Com os novos dados, em 17 municípios do Sertão de Pernambuco, os números passaram de 71 para 82 casos suspeitos de microcefalia. São 11 a mais do que o divulgado no último boletim da Secretaria de Saúde.

Casos de microcefalia no Brasil sobem de 2.401 para 2.782 em uma semana.

O número de casos de microcefalia no Brasil subiu para 2.782, ante as 2.401 notificações registradas na última semana, um aumento de 15,8%. Neste grupo, incluem também os casos em que a relação com o vírus zika não foi comprovada - o Ministério da Saúde decidiu não divulgar os números dos casos confirmados para o zika. Na semana passada, no entanto, a pasta já havia assegurado que, para 134 bebês, o problema de má formação fora ocasionado pelo vírus. Até agora, 40 óbitos foram causados pela anomalia.

A situação mais alarmante continua se concentrando nos estados no Nordeste, sobretudo em Pernambuco, com 1.031 casos registrados.


Marcadores: