Pré-candidato a vereador é um dos 5 presos suspeitos de explodir banco no Piauí


O sub-comandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho, afirmou nesta sexta-feira (6) que um homem pré-candidato a vereador da cidade de Avelino Lopes está entre os cinco homens presos suspeitos de terem explodido a agência do Banco do Brasil da cidade de Curimatá. Ainda conforme a polícia, sete homens continuam foragidos.

O crime aconteceu na madrugada da quinta-feira (5), quando homens fortemente armados com fuzis explodiram a agência do município que fica a 775 km de Teresina. A polícia chegou a perseguir os criminosos. Durante a fuga, dois dos assaltantes morreram na troca de tiros com os policiais.

Em diligências, nesta sexta-feira, a polícia chegou a entrar em um novo confronto com os suspeitos na cidade de Morro Cabeça no Tempo, enquanto tentavam fugir em direção ao estado da Bahia. Conforme o sub-comandante, ainda não há informações sobre feridos.

“Suspeitamos que esses criminosos tenham tido muito apoio. O certo é que a polícia não tem parado. São mais de 30h de diligências para poder capturar os criminosos”, contou dando conta que policiais do estado da Bahia ajudam o Piauí na busca e tentativa de captura dos suspeitos.

“Os cinco que estão presos fazem parte da trama e ajudaram os assaltantes. Fizeram todo o mapeamento da região, ajudaram na chegada desses indivíduos, dando toda a cobertura e todas as informações necessárias para a quadrilha”, disse.

A mesma agência já havia sido alvo de criminosos há dois anos, quando um bando também explodiu o local.


Fonte: G1

Marcadores: