Mulher tenta entrar em presídio com 10 baterias nas suas ‘partes íntimas’ no PI


Agentes penitenciárias da Casa de Custódia de Teresina flagraram uma visitante tentando entrar na unidade prisional com 10 baterias de aparelho celular escondidas em suas partes íntimas na tarde de ontem. Ana Jaqueline Ferreira Matos iria visitar o interno Carlos Alberto de Sousa quando foi descoberta.

“As agentes estavam desconfiadas porque o detector de metal sempre apitava quando ela passava (pelo portal) e ela alegava que era porque tinha platina na coxa esquerda. Mas dessa vez as agentes usaram uma raquete (detector portátil) e ao passarem pelo local não acusou nada”, conta o diretor do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda.

As baterias estavam embaladas em camisinhas e foram removidas pela própria mulher. “As agentes perguntaram se ela gostaria de ir até um hospital fazer um raio-X, mas ela preferiu tirar lá mesmo. O ocorrido foi informado para a direção do presídio, que apenas emitiu uma portaria suspendendo as visitas dela por prazo indeterminado”, informou o diretor do Sinpoljuspi.

Fonte: Com informações do jornal Diário do Povo

Marcadores: