Empresas fantasmas da Operação Turbulência funcionavam em distribuidoras de medicamentos e até central de bebidas


Do Blog do Jamildo


As diligências de campo da Polícia Federal em Pernambuco, no bojo da Operação Turbulência, descobriram, em relação ao lote de empresas relacionadas com o cabeça do esquema Apolo Santana Vieira, que elas eram fantasmas e funcionavam em locais inusitados, como um central de medicamentos e até um distribuidora de bebidas.

Marcadores: ,